fbpx
Cajamar Gerais

Você é o que faz nos momentos decisivos de sua vida

Nossa vida nem sempre é como queremos. Mas nas piores situações, qual a melhor maneira de agir? Fugindo, encarando, ou…
Por Marcel Souza
29 de janeiro de 2021

Compartilhe!

“Aquele que não quer que nada seja diferente, nem para a frente, nem para trás…. Não apenas agüente o que é necessário, muito menos esconda … mas ame-o.”

Friedrich Nietzsche

Quem quer ser traído?  Quem quer ser enganado por um parceiro de negócios?  Quem quer que sua cidade seja mal administrada?  Quem quer que uma briga comece enquanto jantam com a família? 

Com certeza ninguém quer essas coisas … mas isso não impede que esses problemas apareçam.

A questão não é se você gosta dessas coisas ou se deseja que elas aconteçam. Afinal, você não tem controle sobre isso. A questão é: quando acontecerem, como eles vão encontrar você?  Encolhido em uma sala dos fundos com as luzes apagadas?  Ou vestido e disposto a ir?

Há dois mil anos, escrevendo em seu diário pessoal que se tornaria conhecido como Meditações, o Imperador Marco Aurélio dizia: 

“Um fogo ardente faz com que tudo que é jogado seja chama e resplandece.” 

Outro personagem, Epicteto, mesmo sendo um mero escravo aleijado, enfrentou adversidade após adversidade. Mas ele repetiu algo parecido: 

“Não busque que as coisas aconteçam como quer; em vez disso, deseje exatamente o que lhe  aconteceu, da maneira que aconteceu: então você será feliz. ”

Essa é a mentalidade que você deve adotar para tirar o melhor proveito de tudo o que acontece: tratar cada momento – não importa o quão desafiador – como algo a ser abraçado, não evitado. 

Ame o que lhe acontece, e torne-se imbatível

Isso significa que você não apenas estará bem com isso, mas irá amar o que aconteceu, e ser melhor exatamente pelo fato ocorrido. Dessa forma, como o oxigênio de um incêndio, os obstáculos e as adversidades irão se tornar combustível para o seu potencial.

Quando aceitamos o que nos acontece, depois de compreender que certas coisas – especialmente as ruins – estão fora de nosso controle, chegamos à seguinte conclusão: amar tudo o que nos acontece e enfrentá-lo com alegria nos torna imbatíveis. 

A frase do início do artigo, de Nietzsche, nos introduz ao conceito do amor fati. Em resumo o Amor Fati nos leva a dizer:

Colocaremos nossas energias, emoções e esforços apenas onde terão um impacto real. Este é aquele lugar. Diremos a nós mesmos: É isso que tenho que fazer ou aguentar? Bem, posso muito bem estar feliz com isso.

Como tratar os piores momentos de sua vida?

Na prática, imagine uma situação terrível e complicada, em qualquer escala. Qual deve ser sua reação se pratica o amor fati? 

“Eu me sinto ótimo com isso. Porque se aconteceu, então era para acontecer, e estou feliz que tenha acontecido nesse momento. Vou simplesmente aproveitar tirar o melhor proveito disso.”

Soa estranho? Com certeza. Não é muito natural amar coisas que nunca quisemos que acontecesse. Mas pergunte-se: 

  • De que outras adversidades piores isso pode estar nos salvando? 
  • O que podemos aprender com essa experiência que não pedimos pra acontecer?
  • Que eventos bons e igualmente inesperados podem resultar disso? 

Isso não quer dizer que o bem sempre superará o mal. Mas mesmo assim, abrace tudo isso. Não deseje que seja diferente. Você não tem que gostar do que aconteceu para se aproveitar dele, para usá-lo a seu favor. 

Simplesmente ame o que lhe acontece. Porque essa é sua única opção.

Clique acima e receba as principais notícias de Cajamar e região na palma da sua mão. Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Gostou? Que tal compartilhar?

Por Marcel Souza

Gostou? Leia mais!

More Categories

Sobre o Autor

Marcel Souza

Fale com a equipe

3 + 3 =